Utilizamos cookies para aprimorar a sua experiência em nosso site. Ao aceitar estará ciente sobre o deles em nossas configurações de personalização. Para saber mais leia nossas Política de Cookie e Política de Privacidade.

link para whatsapp novidário
link para o topo da página
office colaborativo com sofá e poltronas

Como os móveis contribuem para um ambiente de trabalho colaborativo?

20 julho | POSTADO ÀS 12:07 H

A busca por novos métodos de trabalho foi acelerada pela pandemia. Tendências que já estavam em ascensão – como o compartilhamento de espaços de trabalhos em um modelo de coworking e o método remoto, mesclando escritórios modernos com produtos mais ligados ao ambiente residencial – ganharam força na ergonomia organizacional, à medida que as empresas passaram a entender a importância do bem-estar dos seus colaboradores.

Com essas mudanças, o escritório se tornou um espaço de encontro e convivência, com o foco voltado para o trabalho colaborativo. Cadeiras office com ergonomia desenvolvida para quem passa horas sentado, dão lugar para sofás, poltronas, tapetes e pufes. A tradicional estação de trabalho, com estrutura que suporta robustas infraestruturas de tecnologia, é substituída por modelos mais flexíveis ou mesas compactas para rápidas reuniões.

Neste cenário, a área de descanso passa a fazer parte da planta de escritório. Salas de descompressão ganham destaque, o que gera também a necessidade de criar pequenos espaços para trabalhos individuais e que exigem maior concentração. A cabine acústica é uma alternativa cada vez mais comum, assim como paredes acústicas e divisórias para escritório, que podem ser lousas para reuniões informais e brainstorm.

Como escolher os móveis para espaços colaborativos?

Poltronas que propiciem aos colaboradores diferentes posturas de trabalho durante o dia é uma boa aposta. Pensar na ergonomia de assentos, que pode ir desde uma cadeira confortável para trabalhar a uma poltrona baixa para um momento de descompressão.

Sofás que propiciem privacidade e conforto acústico, junto com pufes estofados, podem compor espaços para reuniões grandes ou pequenas em espaços colaborativos.

Lousas móveis para rápidos exercícios de equipe.

Mesas rebatíveis que, após terem sido utilizadas como superfície de trabalho, podem ser recolhidas e guardadas, permitindo uma nova utilização do espaço.

Fazer uso de móveis multiuso para corredores, cantos de sala, ou espaços mais apertados. Os módulos A, Z e G fazem a função de aparador, mesa ou banco, propiciando um local para encontros e pequenas atividades. Sabe aquela reunião no cantinho do café? É uma ótima solução para estes momentos.

As possiblidades que um ambiente flexível e voltado para os encontros propicia são infinitas, e estão sempre se modificando de acordo com a equipe e seu objetivo. E na sua empresa, quais necessidades você está sentindo de ressignificar o espaço de trabalho colaborativo?



newsletter

Criado e Desenvolvido por: Agência Zíriga